Molho Japonês

Molho Japonês



molho japonês
10 Porções
Tempo: 30 min
Ingredientes:
  • 1 xícara de chá de shoyu
  • 1/4 de xícara de chá de saquê
  • 1/4 de xícara de chá de mirin
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 2 colheres de sopa de vinagre de arroz
  • 1 colher de chá de gengibre ralado
  • 1 colher de chá de alho picado
  • 1 colher de sopa de amido de milho dissolvido em 2 colheres de sopa de água

Publicidade

Modo de Preparo:
  • Em uma panela, misture o shoyu, o saquê, o mirin, o açúcar mascavo, o vinagre de arroz, o gengibre e o alho. Leve ao fogo médio e mexa até o açúcar dissolver.
  • Quando a mistura começar a ferver, adicione o amido de milho dissolvido e mexa bem para não empelotar. Cozinhe por cerca de 10 minutos, ou até o molho engrossar e ficar brilhante.
  • Desligue o fogo e transfira o molho para um recipiente de vidro com tampa. Deixe esfriar e guarde na geladeira até a hora de usar. O molho japonês pode ser servido frio ou quente, de acordo com a sua preferência.

Publicidade

Curiosidades Sobre a Receita

Molho Japonês

O molho japonês é um tempero versátil e delicioso que pode ser usado em diversos pratos da culinária oriental e ocidental. Ele é feito com ingredientes simples, mas que combinam harmoniosamente entre si, criando um sabor único e irresistível. Neste artigo, você vai aprender como fazer molho japonês, quais são os seus benefícios e como aproveitá-lo da melhor forma.

O molho japonês é rico em umami, o quinto sabor básico que significa “saboroso” em japonês. O umami é proveniente do glutamato monossódico, um realçador de sabor natural que está presente em alguns ingredientes do molho, como o shoyu, o saquê e o mirin. O umami ajuda a equilibrar os outros sabores e a realçar o paladar dos alimentos.

O molho japonês tem uma textura líquida e levemente viscosa, que envolve os alimentos e os deixa mais suculentos e macios. Ele pode ser usado para marinar carnes, peixes e frutos do mar, para temperar saladas, legumes e verduras, para regar arroz, macarrão e sushi, ou para acompanhar petiscos, como guioza, tempurá e yakitori. O molho japonês é encontrado em supermercados, lojas de produtos orientais e restaurantes japoneses.


Publicidade

Dicas Adicionais:

Dicas Para Fazer a Receita com Sucesso

  • Algumas dicas para fazer a receita com sucesso são:
    • Use um shoyu de boa qualidade, de preferência orgânico e com baixo teor de sódio.
    • O saquê e o mirin podem ser substituídos por vinho branco seco ou água, mas o sabor pode ficar diferente.
    • O açúcar mascavo pode ser substituído por mel, açúcar branco ou adoçante, mas o molho pode ficar mais claro ou mais escuro.
    • O vinagre de arroz pode ser substituído por vinagre branco ou de maçã, mas o molho pode ficar mais ácido ou mais doce.
    • O gengibre e o alho podem ser ajustados de acordo com o seu gosto, ou omitidos se você não gostar.
    • O amido de milho pode ser substituído por farinha de trigo ou de arroz, mas o molho pode ficar mais grosso ou mais fino.
    • Não deixe o molho ferver demais, pois ele pode perder o sabor e a consistência.
    • Guarde o molho em um recipiente de vidro bem fechado na geladeira por até uma semana. Reaqueça antes de usar se desejar.



Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Compartilhe:
Stefhany R.
molho ferrugem

Molho Ferrugem

molho japonês

Molho Japonês

Publicidade

Mais Recentes